sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Hard to say goodbye

Mais um adeus se aproxima, mas não quero que vás. Não quero ter que abrir os olhos amanhã e sentir aquela aperto em meu coração em saber que esta manhã não terei teu sorriso para iluminar meus dias. Que em algum lugar, entre aeroportos e rodoviárias, você se prepara para fazer aquilo que faz de melhor, além de me amar. Te aperto forte . Quero roubar de ti tudo aquilo que eu sempre quis e jamais havia encontrado. Quero ter aqui o restante das tuas palavras gravadas na parede, o teu perfume pelos ares, o teu olhar, o calor que teu corpo envia para o meu quando me abraças assim, forte e delicadamente, o gosto dos teus lábios. Quero aqui comigo tudo mais que esteja ligado a ti. Tudo que me faça companhia enquanto não voltas. Esta felicidade, esta ansiedade em te ver. Por tantas noites caminhei perdida, indiretamente, procurando por ti, por tuas palavras que sempre me acolhem e me direcionam. Por tantas vezes eu chorei, me perguntando o por quê de tantas pessoas serem más e desdenharem o apreço, o carinho e aquilo que eu julgava ser amor, que eu os entregava. E no ápice do cansaço, eu larguei tudo, no meio da escuridão. Desisti. Jogue tudo na mão sórdida da sorte e estava pronta para já não mais me esforçar, não mais me importar, acontecesse o que acontecesse.Foi então que teus olhos fundos e castanhos brilharam na minha direção, foi então, que percebi que ,quando eu já não esperava mais, o verdadeiro amor chegou até mim.E como foi forte. E como É FORTE. Te quero aqui. Te quero aqui e quero que também queira estar aqui. Tens que ir agora, e por te amar, não posso impedir, posso apenas atrasar, mais não muito.Não se preocupe, dono do meu ser, dos meus passos, do meu amor. Estou pensando. Leve contigo, mesmo que expremido com tua bagagem, um pedaço meu. Leva contigo nossos momentos e a vontade de voltar e continuar a construir nossas vidas aqui. Apoio-te independente de tuas vontades, pois sei que tenho teu apoio incondicional. Te deixo ir, mesmo com o coração na mão, porque também tenho que partir, e sei que a mesma dor que assola meu peito, abala o teu também. Podes ir, mais não tranque a porta sem antes deixar comigo pelo menos o teu ultimo olhar provisório. Não parta sem antes me pegar pelos braços e me dar o beijo mais apertado e carregado de sentimento que já me destes. Não sai antes de me ouvir dizer que te amo. E não me deixei dizer adeus, sem antes ouvir de ti que também me amas. Não se preocupe meu amor. Estou pensando. Estou lutando contra esses minúsculos empecilhos que teimam em nos distanciar, mesmo que por pouco tempo.E quando eu te procurar com uma solução, será o maior e melhor plano. Um plano tão bom que todos vão entender que é por amor, que já não posso mais caminhar por ai sem ter você do meu lado, pois você é meu complemente, e vice e versa. Espera meu amor e acalma-te. Eu tenho uma solução e um final para os nossos “ADEUS”.
Feito por: Beatrix
Blog: http://amores-cruzados.blogspot.com/ e http://biahtrix.blogspot.com/
É a mais pura e dolorida verdade!

Um comentário:

BiahH_TrixX disse...

OIe....
ahh pode sim..eu não ligo desde que façam como vc fez...
Alias fiquei ate honrada que vc quis postar meu texto..=]

Nós(ou Eu ,pelo menos) só pedimos que coloque credito,porque ja aconteceu de ter pessoas que colocam o texto que fazemos como sendo delas..

mas vc colocou CREDITOS então.. =D

Brigada ,mesmoo..e seja sempre bem vinda ..tanto no AMORES CRUZADOS como no INCESSANTES DUVIDAS DA VIDA.

=*